VIAGEM DO PAPA FRANCISCO A MOÇAMBIQUE,

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
27Mar2019
Actualizado em 28 Março 2019 | Escrito por Assis

 

VIAGEM APOSTÓLICA A MOÇAMBIQUE,

A MADAGASCAR E MAURICIAS

 

"Acolhendo o convite dos respectivos Chefes de Estado e Bispos, Sua Santidade o Papa Francisco efetuar uma Viagem Apostólica a Moçambique, Madagascar e Mauricio, de 4 a 10 de Setembro de 2019, visitando a cidade de Maputo em Moçambique, Antananarivo em Madagascar e Port Louis nas Maurícias.

O programa da viagem será publicado a seu tempo".


A visita hist6rica que o Papa Francisco fará a Mogambique no pr6ximo mês de Setembro, além de assinaiar as boas e est6veis relações diplorn6ticas entre Moçambique e a Santa Sé, sublinha, mais uma vez, o desejo evangélico do Romano Pontifice de chegar, com alegria e gratiddo. a todos os homens e mulheres espalhados nos quatro pontos da Terra, para que ninguém possa sentir-se excluido do anúncio de esperanga, paz e reconciliação.


O Santo Padre efectuar6 a sua Visita ao abrigo da dupla prerrogativa que o Direito Canónico e o Direito Internacional lhe concedem, na Sua qualidade de Pastor Supremo da Igreja e de Chefe de Estado.


Como Pastor supremo da Igreja Católica, o Santo Padre fará uma Visita Apost6lica aos seus irmãos Bispos e a todos os fiéis católicos de Moçambique, bem como a todo o homem e mulher de boa vontade, sem preclusões.

 

O Papa Francisco virá como peregrino a esta terra abençoada pela fé de tantos irmãos e irmãs que, mesmo em tempos dificeis, permaneceram fiéis ao Evangelho de Cristo.

 

O Papa Francisco estara presente entre nós como pai na fe, a fim de confirmar a nossa adesão a Cristo e á Igreja, reafinnando a escolha preferencial pelos últimos, pelos mais pobres, pelos doentes, por quantos se encontram perante a dúvida ou perderam a esperança.

 

O Papa Francisco visitará esta querida terra apresentando-se a todos como irmão universal, sem excluir ninguém, com o desejo de se encontrar com este Povo amado, propondo caminhos de esperanga, paz e reconciliação.


Como Chefe de Estado, o Santo Padre Francisco, retribuindo a visita cordial que Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi efectuou ao Vaticano no mês de Setembro do ano passado, virá para reafirmar a solidez das relações diplomáticas entre a Santa Se e a República de Moçambique estabelecidas de maneira estável pelo Acordo internacional de 201l; virá confirmar toda a sua disponibilidade para dar seguimento aos intentos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e, ern parlicular, trabalhar para o restabelecimento de uma paz efectiva, sólida e duradoira, com atenção, também a dificil situação em Cabo Delgado.

 

Por fim, virá para se solidarizar, mais uma vez, com a população martirizada pela catástrofe que devastou as provincias de Sofala, Manica, Zambezia e Tete neste último mês.


Em nome da Santa Sé, ao dar seguimento ao anúncio desta visita historica, não posso deixar de agradecer a S.E. Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da Repriblica de Moçarnbique e S.E,.R. Dom Lúcio Andrice Muandula, Bispo de Xai-Xai e Presidente da Conferência Episcopal de Moçambique pelo trabalho árduo e unitário que está a ser feito para a preparação da Viagem Apostólica, de modo que ninguém se sinta excluido dum acontecimento tão significativo.

Fonte:

Anúncio da Nunciatura Apostólica, Mons. Cristiano, encarregado de negócios a.i., Maputo 27.03.2019