PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
13Maio2012
Actualizado em 13 Maio 2012 | Escrito por D. Francisco Lerma Martinez

A 1 Peregrinao Diocesana com motivo do dia 13 de Maio contou com numerosa partcipao de fiis. provenientes dos quatro pontos cardinais da Diocese. Praticamnete estiveram representadas quase todas as Parquias da Diocese: desde Pebane, no litoral, at Molumbo nos limites com o Malawi.

Desde as primeras horas da manh dia 12 de Maio, as nossas estradas presenciaram a passagem dos peregrinos, que se fizeram transportar em camies e em viaturas ligeiras. Vimos camies carregados de peregrinos das Parquias do litoral Naburi, Mualama e Pebane; da sede da Diocese, a Parquia da Catedral; das parquias limtrofes de Ile, Invinha e Namarri; e das mais longe em direco ao norte, as parquias de Lioma e de Molumbo, j na fronteira com o Malawi. A viagem de alguns durou mais de quatro horas, como, por exemplo, os fiis que vieram do Distrito de Pebane e dos Postos Administrativos de Mualama e de Naburi. Entre os cristos de ile encontrava-se a Sr Administradora do Distrito.Tambm peregrinou a Madre Geral das Irms de jJesus Maria e Jos, que se encontrava de visita s Irms da sua Congregao que trabalham, precisamente, na Parquia de Ile.

Um destacamento da Polcia local se encarregou de vigiar pela ordem pblica e pela segurana de todos os pregrinos. O pessoal do Centro de Sade de Muliquela, acompanhado pela ambulncia do Hospital Distrital, se encarregou por vigiar o estado de sade dos que manifestaram qualquer problema.

O peregrinos foram pontuais. Como estava programado, s 15.30H do dia 12.05.2012, todos estavam no lugar indicado para o comeo da peregrinao. Um grupo de quatro senhoras da Parquia de Ile, carregou o andor com a belissima imagem de N. S. de Ftima e adornado com flores de varias cores. O Sr. Bispo, com breves palavras, indicou o sentido desta 1 Peregrinao Diocesana ao templo paroquial de N. S. de Ftima, escolhido por ser a primeira Igreja dedicada a N. S. na Diocese de Gur. Esta Parquia foi fundada h j 72 anos.

Durante as duas horas que durou a prociso, desde a Estrada Nacional at Igreja de Muliquela, os peregrinos com uma vela e o tero nas mos, tiveram nos seus lbios uma prece continua, uma orao, um cntico de louvor, de penitncia e de invocao pela paz, pelas famlias, pela Diocese e por todo o mundo.

Chegados Igreja da sede da Parquia, celebrou-se a Eucaristia presidida pelo Sr. Bispo D. Francisco Lerma e concebrada pelos Padres que acompanharam os peregrinos das Parquias mencionadas anteriormente.

s 20.30H, comeou a Adorao ao Santssimo Sacramento, por turnos de uma hora cada, que durou toda a noite e toda a madrugada, at a hora da Missa.

A Eucaristia do Enceramento comeou s 8.00H, presidida por D. Francisco Lerma e concelebrada por D. Manuel Chuanguira, Bispo Emrito, e por todos os Padres presentes: P. Francisco Cunlela, Vigrio Geral; P. Paulino Nicau, Vice- Reitor do Seminrio de Quelimane; P. Daniel Raul, Proco da Catedral; P. Miguel Oliveira, Vigrio Paroquial da Caetral e Vice Reitor do Seminrio de Gur; P. Manuel Jos Nassuruma, Secretrio da Diocese; P. Daniel Xadreque, Proco de Ile; P. Incio dos Santos, Vigrio paroquial de Ile; P. Pedro Esquadro, Vigrio Paroquial de Ile; P. Rito Alberto, Proco de Mualama e Moderador de Naburi; P. Eustquio Csar, Vigrio Paroquial de Mualama; P. Amrico Antnio, Vigrio Paroquial de Pebane; P. ngelo Tavares, Vigrio de Mulevala; e P. Francisco Matias, Proco de Namarri.

Na Celebrao da Eucaristia tambm participaram a Sr Administradora do Distrito de Ile e a Madre Geral das Irms de Jesus, Maria e Jos e mais outros representantes das Confisses Religiosas e Autoridades Civis.

A peregrinao encerrou s 10.30H. com a Consagrao da Diocese a nossa Senhora, o cntico de despedida e saudao fraterna entre todos os participantes.

 

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
12Maio2012
Actualizado em 12 Maio 2012 | Escrito por D. Francisco Lerma Martinez

ANO PASTORAL 2012 ANO DA UNIDADE E DA COMUNHO DIOCESANA, ANO DA EUCARISTIA PEREGRINAO MARIANA 13 de Maio de 2012 IGREJA DE N- S. DE FTIMA. MULIQUELA

I.- A VIAGEM

Viagem: Dia 12 de Maio de 2012, na parte da manh. Preparao e sada Cada parquia deve organizar a viagem e combinar o horrio de sada, tendo em conta as distncias e o estado do tempo e das estradas. Antes de partir, os peregrinos concentram-se na sede da Parquia ou noutro lugar anteriormente indicado, para darem incio Peregrinao. E todos juntos recitam as oraes da manh. Ou fazem uma breve orao mariana. - O Anjo do Senhor - Salmo 136 - Pai-Nosso, Ave-Maria.-Glria. Cntico apropriado: - em portugus : - em Lomwe: - Em nome de Cristo procedamos em paz. VIAGEM Animada com cnticos e oraes

II.-NO LUGAR DA CONCENTRAO

Comeo das Celebraes, s 16.00 onde moram actualmente os Padres de Muliquela, ao p da Estrada Nacional. Procisso com a imagem de N. S. de Ftima desde a Casa dos Padres at Igreja de N.S. de Ftima de Muliquela Rezaremos e meditaremos nesta peregrinao os Mistrios gloriosos. Jesus o peregrino dos tempos novos, continua a caminhar com os seus seguidores depois da Ressurreio. Continua a iluminar a nossa vida com a sua Palavra. Rezemos muito, rezemos sempre. Sejamos pessoas de orao e de meditao e seremos felizes. Rezemos com o corao e com os lbios porque tambm o corpo deve louvar a Deus.

MISTRIOS GLORIOSOS 1 Mistrio: Peamos neste mistrio o dom da paz para as nossas famlias e para o mundo inteiro. 2 Mistrio: Rezemos pr todos os evangelizadores da nossa Diocese: O nosso Bispo Francisco, os nossos Padres, as Irms, os Animadores dos vrios ministrios, especialmente os que orientam a celebrao da Palavra e a Catequese nas nossas comunidades. 3 Mistrio Rezemos pela nossa Igreja Diocesana e por toda a Igreja no mundo para que os cristos sejamos como nas primeiras comunidades: unidos no testemunho da vida e na Eucaristia. 4 Mistrio: Rezemos pelas crianas e pelos jovens para que nunca percam a esperana de terem uma vida digna e respeitada. 5 Mistrio: Rezemos por todos os que sofrem: os doentes, as vitimas da violncia, do trfico de seres humanos, e pelos cristos perseguidos ainda hoje em muitos pases.

III.-NA IGREJA de N. S. de FTIMA DE MULIQUELAA

CELEBRAO DA EUCARISTIA Animada pela parquia de Ile.

ADORAO NOCTURNA Turnos por Parquia e/ou por grupos Preparar esquema da adorao.

iv.- DIA 13, DOMINGO.

S 8.00h MISSA DE ENCERRAMENTO E CONSAGRAO A NOSSA SENHORA

No fim da Missa, antes da bno:

1. Orao pela Diocese

2. Senhora minha, minha Me, Eu me ofereo todo a Vs

DESPEDIDA: Cntico de despedida Adeus a Nossa Senhora.

   

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
07Maio2012
Actualizado em 09 Maio 2012 | Escrito por D. Francisco Lerma Martinez

Maputo, 07 de maio de 2012

Caros Irmos e Irms. Lamentavelmente, a onda de assaltos s casas religiosas em Moambique fez a sua primeira vtima fatal. Na ltima quinta feira, dia 03 de maio, os padres da Consolata foram assaltados em sua misso na Parquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, em Liqueleva, Matola. O assaltantes agrediram violentamente o Padre Valentim Camal, que teve traumatismo craniano e veio a falecer a caminho do hospital por parada cardiaca. O funeral ser realizado na sua terra natal, na provncia de Cabo Delgado entre tera ou quarta feira, data a confirmar. Hoje, dia 7 de maio s 18h, ser realizada uma missa de corpo presente na Parquia de Santa Teresinha do Menino Jesus - Liqueleva.

Continuar...

 

Morte violenta do Pe. Valentim Camale em Liqueleva (Matola)

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
04Maio2012
Actualizado em 09 Maio 2012 | Escrito por D. Francisco Lerma Martinez

 

alt O Pe. Valentim Eduardo Camale 

Nas primeiras horas da noite do dia 3 de Maio, quatro mal-viventes assaltaram a  Casa Paroquial de Liqueleva (Matola), golpeando com um objecto contundente na cabea do Pe. Valentim que caiu inconsciente no cho. Depois da fuga dos ladres, o Pe. Fbio Malessa, que na altura do assalto se encontrava celebrando a Eucaristia na vizinha Parquia da Liberdade, transportou o Pe. Valentim, j em estado de coma at ao Hospital Central de Maputo, onde ingressou j cadver.

O Padre Valentim Eduardo Camale, nasceu em   Intiquita, Distrito de Montepuez (Cabo Delgado), aos 29.11.1963, filho de Duarte Niqueia e de Jacinta Gicarange. Fez os Estudos Filosficos no Seminrio Interdiocesano da Matola, e os Estudos Teolgicos na R.D. do Congo. Fez o Noviciado no Noviciado dos Missionrios da Consolata em Laulane. Foi ordenado sacerdote em 27-02-2002.

Trabalho como missionrio na R. D. do Congo, na Costa de marfim, em Portugal e ultimamente em Moambique, parquia de Santa Teresinha de Liqueleva (Matola), onde faleceu, vtima do assalto Parquia, onde residia. 

Paz sua alma  

   

Pág. 242 de 249