PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
09Abr2013
| Escrito por Assis

D. Francisco Lerma, a Rainha D Sofia e Mons. Josep Lluis Serrano Secretrio da Nunciatura em Maputo

D Sofia, Rainha da Espanha, est a visitar Moambique de 8 a 11 de Abril deste ano. Durante a sua estncia no Pais a Rainha Sofia visitar diversar obras sociais financiadas pela Copoperao Espanhola.

D. Francisco conversando com D Sofia na presena do Sr. Embaixador de Espanha
O nosso Bispo D. Francisco Lerma, que se encontra nestes dias em Maputo, participando na Sesso Plenria da Conferncia Episcopal de Moambique, na tarde de 09.04.2013, teve a oportunidade de se deslocar Embaixada Espanhola em Maputo para cumprimentar a S. M. a Rainha D Sofia.
 

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
08Abr2013
| Escrito por Assis

Bispos de Moambique

Amanh, dia 9.04.2013, em Maputo, na sede da Critas Nacional, comear a 1 sesso Plenria deste ano da Conferncia Episcopal de Moambique. com a Celebrao da Eucaristia, abertura dos trabalhos e interveno do Sr. Nncio D. Antnio Arcari. Na parte da tarde que teremos a organizao da Agenda previamente preparada:


1. Plano da Caritas internacional
2.Colaborao com algumas Conferncias Episcopais mais afins (CNBB, etc).
3.Estatutos da Universidade Catlica de Moambique.
4. Plano trienal das Comisses Episcopais
5. Preparao do Encontro da IMBISA (Conferncias Episcopais da Africa Austral).
6. Ano da F.
7. Diversos.

+ Francisco Lerma

   

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
05Abr2013
| Escrito por Assis

D. Francisco e D. Jaime com os Reitores dos Seminrios de Moambique no Santurio dos Mrtires do Guia, na celebrao da Eucaistia de Encerramento do Encontro de Reitores.

D. Francisco Lerma, nosso Bispo, na qualidade de Presidente da Comisso Episcopal de Seminrios e Vocaes, orientou o Encontro Nacional dos Reitores dos Seminrios Diocesanos de Moambique, nos dias 4 e 5 de Abril de 2013, no Centro de Promoo Humana do Guia (Inhambane). Juntamente com D. Francisco Lerma, o Sr. D. Jaime Pedro Gonalves, Arcebispo emrito da Beira tomou parte nos trabalhos como vogal e assessor desta Comisso Epsicopal, recentemente renovada.

Participaram os Reitores dos 13 seminrios de Moambique:

1. Seminrio Teolgico S. Pio X de Maputo; Seminrio Filosfico S. Agostinho de Matola; Seminrio Propedutico Cristo Rei de Maputo; Seminrio Propedutico Santa Teresa do Menino Jesus de Xai-Xai; Seminrio Propedutico S. Lucas de Inhambane; Seminrio Propedutico Bom Pastor da Beira; Seminrio Propedutico S. Carlos Lwanga de Chimoio; Seminrio Propedutico S. Agostinho de Quelimane; Seminrio Propedutico S. Jos de Gur; Seminrio Propedutcico Mater Apostolorum de Nmapula; Seminrio propedutico S. Paulo de Pemba; e Seminio Propedutico S. Francisco Xavier de Nacala.

Os Reitores dos nossos Seminrios com D. Fracisco Lerma durante o Encontro no Guia.

Nos Relatrios que foram apresentados no primeiro dia do encontro, evidenciou-se especialmente o surgimento dos novos seminrios de Filosofia em Nampula (sala externa unida ao Filosfico da Matola); e dos eminrios Propeduticos de Gure, de Xai-Xai, de Nacala e de Pemba. Este fenmeno est a idicar o cerscimento e consolidao da Igreja em Moambique em geral e em cada uma das nossas Diocese, concretamente.

O nmero crescente de ano apra ano de seminaristas se, por uma parte nos enche de alegria, de entusiasmo, de esperana e de agradecimento; por outro lado apresneta-nos novos desafios que devemos enfrentar sem demora, isto a formao dos numerosos jovens candidatos; a consolidao das equipas de formadores; a formao e preparao de formadores e de professores; e a qualificao da promoo vocacional e acomoanhamento dos vocacionados a partir das pequenas comunidades e parquias.

Tambm foi salientado durante a leitura e partilha dos Relatrios o empenho das nossas pequenas comunidades crists no surgimento das vocaes,

A situao econmica dos seminrios em geral requere um tratamento especial para ir superando a dependncia absoluta do esterior. Neste ordem de coisas, D. Lerma lembrou aos participantes a necessidade de estdar e impelemnetr o que foi estabelecido na II Assembleia Nacional de Pastoral (Matola, Dezembro 1991) sobre a substentabilidade econmica da Igreja local.

No 2 dia do Encontro, a parir do que foi dito nos Relatrios, estudaram-se diversas questes importantes para todos os seminrios.Critrios para a admisso dos candidatos ao sacerdcio; a necessidade de estudar a viabilidade ou no de estabelecer o Curso Instituicional de Filosofia e Teologia juntos para evitar a desorientao vocacional com a separao da Filosofia e Teologia; a unificao das contribuies dos alunos dos seminrios propeduticos; a situao econmica; o acompanhamento dos seminariistas e os relatrios do tempo de frias; uniformao de critrios nos casos frequentes de fraudes acadmicas e reprovaes; o Curso de Formao Pwermanente de Formadore que vai-se realizar no Anchilo, nos fins de Junho e princpios do prximo ms de Julho; a nomeao dos Secretrios da Comiso Episcopal de Seminrios e de Vocaes; a celebrao do Ano da F nos Seminrios a nvel local, alm da celebrao nacional; a preparao de uma lista de candidatos para formadores e para a sua especilizao.

 

PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
01Abr2013
| Escrito por Assis

Igreja Paroquial de S. pedro Claver de Muiane

A convite de D. Francisco Lerma, a Congregao das Missinrias de Santo Antnio Maria Claret decidiram abrir uma comunidade na Parquia de S. Pedro Claver de Muiane, no Alto Ligonha, Distrito de Gil e Diocese de Gure, a partir dos fins do ms de Abril de 2013. a primeira presena missionria desta Congregao em Moambique.

A fim de conhecer o ambiente e o lugar desta fundao, a Superiora Geral, visitar a Diocese de Gur de 8 a 18 de Abril de 2013.

As Irms inidicadas para formar parte desta comunidade so as Irms MARIA IMACULADA DE OLIVEIRA e MARILENE DE SOUSA ROCHA, ambas de nacionaliade brasileira.


D. Francisco com o Conselho Pastoral Parquial de Muiane


Para tornar realidade tambm chamadas Missionrias Claretianas, uma Congregao fundada em Londrina Paran Brasil, no dia 19 de maro de 1958, por Dom Geraldo Fernandes Bijos e Madre Lenia Milito. Surgiu como resposta s necessidades de mais evangelizadores para a Amrica Latina e de pessoas dispostas a consagrar sua vida a Deus e aos irmos especialmente a servio dos mais pobres.
Enriquecida pelo dinamismo do Esprito Santo e fiel ao princpio de fundao, a Congregao foi alargando seu horizonte de atuao e, como quis Jesus, chegou rapidamente a todas as partes do mundo. Hoje, a Congregao, que tem sua sede administrativa e casa da fundao em Londrina, est presente em 17 pases, nos cinco continentes.

Aliceradas na Eucaristia e vivendo o lema Bondade e Alegria, as Irms Missionrias Claretianas, reconhecem que sua vocao colocar-se inteiramente servio da misso evangelizadora da Igreja, dar glria a Deus no cumprimento de sua vontade e assemelhar-se a Jesus em suas atitudes de doao aos irmos.

A fecundidade deste Carisma se manifesta generosamente, atravs das irms claretianas, dos leigos membros do Instituto Claretiano de Leigos Missionrios ICLEM e das consagradas leigas da Fraternidade Eclesial Claretiana FEC. Unidos em torno deste ideal comum, na resposta prpria vocao, concretizam o Carisma de ser no mundo uma especial presena de Jesus Missionrio do Pai e Redentor da humanidade.

Na graa carismtica das origens as Claretianas encontram os motivos que as levam a continuar buscando, com firmeza, atravs de todos os meios possveis, responder s urgncias de nosso tempo, na comunho e no ideal, com dinamismo e fidelidade ao patrimnio espiritual deixado por D. Geraldo e Madre Lenia.

   

Mais artigos...

Pág. 232 de 253